Cassado, Geraldo da Rondônia defende esquartejamento de criminosos com facão

0
22

Em sessão ordinária da Assembleia Legislativa, o deputado estadual José Geraldo dos Santos (PSC), o Geraldo da Rondônia, defendeu a regulamentação de Lei Estadual para autorizar policiais militares a cortar “cabeça, braços e pernas” de suspeitos de crime.

O parlamentar ouvia um relato de um colega sobre a reação de um acusado no interior e prontamente apresentou a ideia de cada policial andar com um facão amolado para nesses casos amputar o suspeito.

“A gente tem que reunir os colegas, principalmente os policiais militares e pessoas do bem, para que cada policial possa andar não apenas com duas armas, mas também com um facão para quando houver um ato desse o PM possa cortar a cabeça do meliante, deixar sem cabeça e pernas”, disse o representante da cidade de Ariquemes.

Geraldo da Rondônia ganhou o apelido quando foi proprietário da empresa de ônibus falida e devendo milhões à Receita Estadual. O parlamentar teve seu mandato cassado por unanimidade em primeira instância no Tribunal Regional Eleitoral por captação ilícita de recursos para sua campanha.

Geraldo já foi agredido por credores em seu supermercado, que pegou fogo em Ariquemes, e é acusado de provocar arruaça no escritório da Energisa por discordar de contas atrasadas e por uma dançarina por assédio.
Veja o vídeo do deputado falando em cortar cabeças:


https://www.youtube.com/watch?v=dMPqS59O3fw

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here