Carne de Rondônia não tem nenhuma restrição na União Europeia

0
54

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento informou ao presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Rondônia (Faperon), Hélio Dias, que a União Europeia diante da operação ‘Carne Fraca’ não restringiu a aquisição carne produzida no estado.

Segundo Hélio Dias, o estado de Rondônia está habilitado a exportar carne pelos frigoríficos Friboi-JBS e Minerva, que foram vistoriados pelos técnicos da União Europeia, que não encontraram nenhuma irregularidade.

PRESIDENTE DA FAPERON, HÉLIO DIAS, OUVIU DO MINISTRO MAGGI QUE O ESTADO TEM CARNE DE BOA QUALIDADE

O presidente da Faperon participou de encontros com o ministro Blairo Maggi e ouviu dele a informação de que o rebanho de Rondônia oferece um produto de boa qualidade, ficando fora de qualquer tipo de restrição. De outra parte, o ministro recebeu a confirmação de que a União Europeia enviará nos próximos dias os documentos oficializando aquisição da carne rondoniense.

Como o protocolo de aquisição da carne produzida aqui está pronto, contendo os compromissos firmados de que o Brasil também vai adquirir produtos da União Europeia, tanto Blairo Maggi como Hélio Dias acreditam que o embarque dos primeiros contâineres da carne de Rondônia para União Europeia ocorram dentro de, no máximo, um mês.

Recursos — Pelo telefone, o superintendente do Banco do Brasil, Antônio Carlos Soares, participou do programa, informando que a instituição abriu uma linha de crédito especial para atender os pecuaristas de Rondônia que tenha operações de crédito vencendo de março a junho, para que eles não sacrifiquem os rebanhos. O objetivo é alocar e oferecer recursos prorrogando as dívidas e dando tranquilidade aos pecuaristas.


“Os recursos são para que os pecuaristas possam manter os processos de cria e recria, engorda e retenção de matrizes. Os gerentes do Banco do Brasil, em Rondônia diante do quadro de instabilidade que atingiu o mercado bovino estão sendo orientados a procurar os pecuaristas acalmando-os para que não comercializem o seus rebanhos a preços abaixo da realidade”, finalizou Soares.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here