O VEREADOR AFFONSO CÂNDIDO DÁ INÍCIO À COLETIVA DE IMPRENSA HOJE PELA MANHÃ

O presidente da Câmara de Vereadores de Ji-Paraná, vereador Affonso Cândido, convocou uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira pela manhã para tratar sobre a prorrogação do contrato de concessão com a Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd), no âmbito do município de Ji-Paraná. Estiveram presentes os vereadores Marcelo Lemos, Isaías Arnica, Lorenil Gomes, Ida dos Idosos, Cláudia de Jesus, Joaquim Teixeira, Obadias e Joziel de Brito.

Ele inaugurou a sessão com um rápido pronunciamento informando que haverá na próxima segunda-feira (18) uma grande audiência pública, a partir as 18 horas, convocada por unanimidade pelos 17 vereadores,  para que a população opine sobre a renovação, ou não, do contrato do município com a Caerd (Companhia de Águas e Esgotos do Estado de Rondônia).

Ele espera que o plenário esteja cheio e que os cidadãos não deixem de comparecer, afinal está em jogo a gerência da verba de cerca de R$ 180 milhões, já assegurada via Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a Caerd executar o esgotamento sanitário. Caso o contrato da Caerd não tenha continuidade, alguns vereadores temem que este dinheiro tenha de ser devolvido ao governo federal. 

O assunto é polêmico e causa indignação em vários vereadores. Alguns entendem que a Caerd só deverá permanecer se a Caerd tiver autonomia para atuar na cidade. Eles citam o caso da rua São Luiz, no Segundo Distrito, cujas obras de instalação de tubos de uma adutora não foram concluídas por uma empresa terceirada pela Caerd, causando grandes problemas à população.

Eis um pouco do que disse o vereador Marcelo Lemos em entrevistas que estão mais abaixo:


“Acho que a Caerd tem que continuar, mas ela precisa mudar. A rua São Luiz é um descaso. A Caerd arrecada somente em Ji-Paraná cerca de R$ 1.340.000 em nossa cidade e aqui não fica um real. Os funcionários às vezes não têm diesel para tapar um cano. A Caerd até pode ficar mas precisamos fazer mudanças no contrato para que uma porcentagem do que ela arrecada fique aqui na nossa cidade, para que casos como os da Rua São Luiz não se repitam”.

Agora ouça as entrevistas a seguir de quatro vereadores que se manifestaram, alguns de forma muito contundente, como Marcelo Lemos:

Entrevista com o presidente da Câmara, vereador Affonso Cândido

 

Entrevista com o vereador Marcelo Lemos

 

Entrevista com o vereador Lorenil Gomes

 

Entrevista com a vereadora Cláudia de Jesus

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.