Visando proporcionar uma oportunidade para que a população de Ji-Paraná possa acompanhar as tratativas durante as sessões plenárias da Câmara Municipal de Vereadores, o departamento interno de mídia da Casa de Leis realizou, nesta última terça-feira (09), a transmissão ao vivo da 12° Sessão Ordinária.

A transmissão, que teve inicio por volta das 9h30, horário de abertura dos trabalho, só foi encerrada por volta das 13h30, e foi feita via página oficial da Câmara de Vereadores no Facebook. A transmissão e posteriormente o vídeo da transmissão, foi visto, até o fechamento desta reportagens, ontem, por volta da 11h, por mais de 1,3 mil pessoas.

Segundo Afonso Candido, presidente da Casa de Leis, a transmissão ao vivo da sessão é uma forma de possibilitar que as pessoas, em casa ou mesmo em seus ambientes de trabalho, saibam, de forma instantânea, o que estava sendo discutido na Sessão.

“Já que nem todos podem participar da sessão, por incompatibilidade de horários, esse foi um dos meios que encontramos de poder tornar as sessões acessíveis às pessoas, pois, por mais que a pessoa não assista ao vivo, ela poderá fazê-lo depois já que o vídeo fica disponibilizado na página da Câmara”, declarou o presidente.

Trabalho Profissional — Para a realização do trabalho de transmissão das sessões, a Agência Criato, que mantém contrato com a Câmara de Vereadores, terceirizou a operação à Agencia Premium, também de Ji-Paraná, que já tem vários anos de atuação no ramo do Marketing Digital.


Para fazer as transmissões, foi criada uma página oficial para a Câmara. “Nessa primeira transmissão, conseguimos alcançar, conforme dados que o FaceBook nos fornece, cerca de 5 mil pessoas, o que foi surpreendente, pois nem chegamos a fazer, ainda, um trabalho de divulgação”, destacou Marcelo Fonseca, coordenador do trabalho de transmissão.

Além de servir para transmitir as sessões, a Fan Page da Câmara também será utilizada para facilitar o diálogo entre o órgão e a população. “Na página, as pessoas poderão tanto assistir as sessões como também fazer solicitações e manter um diálogo para requerer informações relacionadas a Casa de Leis, os vereadores e sua atuação”, finalizou Marcelo.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here