Balanço da polícia: casos de estupro continuam altos em Ji-Paraná

SOMENTE ESTE ANO, SETE INQUÉRITOS JÁ FORAM ABERTOS, ENTRE OS QUAIS, DOIS CASOS CONTRA CRIANÇAS.

0
80

Os casos de estupro contra vítimas vulneráveis renatchynhaainda revelam números alarmantes em Ji-Paraná, de acordo com um balanço feito pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), que tem como titular a delegada Renata Stela (foto ao lado). Segundo apurado em 2016 foram mais de duas mil ocorrências registradas e 38 delas foram transformadas em inquéritos instaurados para apurar possível crime deste tipo de violência. Somente este ano, sete inquéritos já foram  abertos, entre os quais, dois casos contra crianças.

De acordo com a delegada, à maioria absoluta das denúncias chegam através do Disque 180 do governo Federal, que foi criado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), em 2005, com objetivo de servir como orientação sobre direitos e serviços públicos para a população feminina em todo o país. A ligação é gratuita.

A delegada assegurou que a maioria dos casos a autoria (suspeito) foram reconhecidos, identificados, inquéritos instaurados, conclusos e encaminhados para o Ministério Público. “Alguns deles, ainda não fomos informados se foi feita denúncia ou decidido pelo arquivamento do inquérito”, declarou. Conforme estatística da DEAM, em 2016 apenas em janeiro foi feita uma denúncia de caso de estupro, Março, julho e outubro (2), fevereiro, maio, junho, agosto e setembro (3) e novembro e dezembro (6).

Sobre os inquéritos abertos, no total foram 42, sendo que maio, julho e dezembro (1), julho e novembro (2), fevereiro, março e outubro (3), agosto (5), abril (7) e janeiro com 12 inquéritos. Já os números de casos considerados esclarecidos, somaram 38, sendo: maio, junho, julho e dezembro (1), fevereiro, setembro e novembro (2), outubro (3), março (4), abril (7) e janeiro com 10 casos solucionados.

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.