Após 18 anos Cacoal tem uma 1ª Dama na prefeitura; Operação Pedágio continua em Ji-Paraná

0
71

Prefeito – A prefeita de Cacoal Glaucione Rodrigues (MDB) está de licença desde o primeiro dia do ano. Ela só retornará ao cargo no próximo dia 15. Desde o início do ano o prefeito é o vice, Cirone da Tozzo (Podemos), que foi eleito deputado estadual em outubro último e irá assumir no próximo dia 1º. Após 18 anos Cacoal tem uma Primeira Dama. Sueli Aragão (MDB) foi prefeita por dois mandatos (2001/2008). O padre Franco Vialetto (PT) também foi prefeito durantes dois mandatos (2009 a 2016) e Glaucione a partir de 2017. Com a sua licença, Cirone assumiu e o município, que agora tem uma Primeira Dama (Noeli). Cirone terá que renunciar até o próximo dia 31, para assumir sua vaga na Ale.

Competência – A prefeita de São Francisco do Guaporé, Gislaine Lebrinha (MDB), reeleita em 2016 com mais de 82,88% dos votos válidos é exemplo na administração pública. Em pouco mais de seis anos de governo promoveu uma revolução administrativa. Saúde, educação, saneamento básico, iluminação pública; compromissos com servidores e fornecedores 100% são alguns dos muitos pontos positivos da jovem prefeita. A iluminação pública é de led e as estradas vicinais transitáveis em qualquer época do ano, mesmo agora com as chuvas do inverno amazônico. Lebrinha já pode pensar tranquilamente em saltos mais ousados na política.  

Reeleição – A administração do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) está muito distante do esperado. Apesar de inexperiente na área política, Hildon foi conduzido pela grande maioria da população da Capital, através do voto direto e livre para administrar a cidade, que vinha de uma gestão ruim do ex-prefeito, Mauro Nazif (PSB). A insatisfação com Nazif ficou caracterizada nas eleições, quando ele não conseguiu votos suficientes para disputar o segundo turno. Mas Hildon deverá buscar a reeleição no próximo ano e terá que rever conceitos em vários pontos.

Reeleição II – Os problemas de Porto Velho são muitos, mas o mais grave é o saneamento básico. Na Amazônia há apenas duas estações climáticas: o verão (seca) e o inverno (chuva). A falta de investimentos na infraestrutura urbana cria sérios problemas para a população. No verão a poeira incomoda e no inverno a chuva alaga áreas no centro e nos bairros. O problema é um desafio que os prefeitos não conseguem superar. Hildon já demonstrou que pretende buscar a reeleição, mas para isso terá que ajustar sua equipe. Em dois anos já trocou quase todos os secretários, mas, ainda, não encontrou o caminho para ações realmente efetivas e necessárias na administração pública.

Ji-Paraná – A realização da Operação Pedágio em Ji-Paraná, pela Polícia Federal (PF) no último mês de novembro, que levou a prisão 10 pessoas e foram cumpridos 14 mandatos de prisão deverá ter continuidade nos próximos dias. Na época foram presos ex-presidente da câmara de vereadores, ex-secretários municipais e outras pessoas não menos “importantes” da cidade. Nos próximos dias a “Pedágio” terá continuidade e a informação é que mais gente graúda deverá ser conduzida pela nossa polícia de elite. Quem viver verá…


Respingo

Em breve a Assembleia Legislativa (Ale) deverá mudar a sede para o novo prédio às imediações do complexo Rio Madeira, que abriga o governo do Estado. As instalações atuais irão abrigar a Escola do Legislativo +++ O período de férias está chegando ao fim com o mês de janeiro terminando a sua segunda semana. Com isso o movimento de veículos na BR 364, nossa principal rodovia federal aumenta e também o número de acidentes +++ Desde o início do ano é difícil não morrer pessoas no trecho Porto Velho a Vilhena, com cerca de 700 quilômetros. A situação precária de vários trechos com buracos, além dos abusos de motoristas e motoqueiros também contribuem para o elevado índice de acidentes com vítimas fatais +++ Nesta quinta não choveu em Porto Velho, até o fechamento da coluna por volta das 15h. Mas a população teve muito trabalho para arrumar os estragos do dia anterior (quarta-feira-9) quando choveu torrencialmente por mais de 6h ocasionando alagamentos e transtornos em várias regiões da capital. 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.