Agentes entram em greve e mulheres de presos bloqueiam estrada

0
70

Como anunciado, os agentes penitenciários de Rondônia paralisaram as atividades na manhã desta sexta-feira (18). Segundo os trabalhadores, eles alegam que há cinco anos houve uma negociação com a categoria e governo para reavaliar o salário, agora foi vetado.

Cerca de 300 agentes se reuniram em frente ao presídio Urso Branco. De acordo com as informações, os manifestantes são os agentes que estão de folga. Os agentes plantonistas continuam trabalhando e , conforme o sindicato, não afeta o funcionamento dos presídios.

LEIA TAMBÉM: Agentes penitenciários decretam greve em todo o estado

Segundo a presidente do sindicato, são cerca de 2.500 agentes, com salário muito baixo pela função e riscos que correm, o valor do orçamento vetado pelo o governador Marcos Rocha chega a quase R$ 25 milhões, com isso o acordo foi quebrado e a deliberação de greve seguirá.

Mulheres de presidiários bloqueiam Estrada da Penal


Um grupo de familiares dos presidiários fecharam a Estrada da Penal, na manhã desta sexta-feira (18) em protesto contra a suspensão das visitas dos detentos, ocasionada pela greve dos agentes penitenciários. De acordo com Daihane Regina Lopes Gomes, presidente do Singeperon, sem a segurança dos agentes não seria possível acontecer as visitas na unidade de segurança.

O bloqueio permaneceu e foi acionado o Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) que usaram gás de pimenta para tentar acabar com o fechamento da estrada. Após o uso do spray nos manifestantes, a via foi liberada, mas logo em seguida foi ocupada novamente.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here