Ação pede anulação da eleição para Conselho Tutelar em Ji-Paraná

0
95

A eleição do Conselho Tutelar de Ji-Paraná pode ser anulada. O pedido de anulação encaminhado à Promotoria de Justiça da Criança e Adolescente foi assinado por 15 candidatos que disputaram as eleições do Conselho Tutelar de Ji-Paraná.

Eles alegam irregularidades no processo eleitoral, principalmente, por causa de mudanças de seções eleitorais de votação da 3ª Zona para a 30ª Zona Eleitoral sem prévia divulgação da alteração, o que teria prejudicado as votações.

Muitos eleitores que compareceram nas seções instaladas nas Escola Estadual Gonçalves Dias, no Primeiro Distrito, foram informados pela Comissão Eleitoral que não poderiam votar ali, mas sim na Escola Aluízio Ferreira, localizada no Segundo Distrito da cidade, o que resultou em grande confusão e embaraço para os deslocamentos. Os reclamantes consideram que as perdas foram irreparáveis.

De acordo com o Edital Nº. 001/CMDCA/2019, as votações ocorreriam no dia 6 de outurbo deste ano, das 8 até as 17 horas. Em ata de reunião do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que organizou o pleito, consta que o problema verificado no dia da eleição, seria ocasionado devido à biometria de leitores feita pela Justiça Eleitoral, que definiu a listagem dos eleitores.

Os candidatos alegam que houve cerceamento do direito ao voto nas eleições, causando descontentamento e decepção por parte dos eleitores, além de prejuízos significativos no que é pertinente ao resultado da eleição.




CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here