A NOVA SEDE DO FUNDO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL

O presidente do Fundo de Previdência do município de Ji-Paraná (FPS), advogado Robson Casula, fará a entrega de diversas portarias de concessão de pensão por tempo de serviço, aposentadoria por invalidez e outros benefícios que são aguardados há mais de dois anos por servidores do quadro efetivo. A solenidade ocorrerá às 09h de terça-feira (22) no plenário da Câmara de Vereadores.

O PRESIDENTE DO FUNDO DE PREVIDÊNCIA, O ADVOGADO ROBSON CASULA

Robson Casula disse que ao assumir a gestão do Fundo de Previdência do Município de Ji-Paraná – FPS, encontrou aproximadamente 300 processos administrativos com pedidos de aposentadoria, pensões dentre outros benefícios. Segundo Robson, havia processo aberto ainda no ano de 2017 sem qualquer solução. Ele explicou que para efeito de estatística, no decorrer do ano de 2020, até outubro quando assumiu o FPS, apenas sete processos haviam sido concluídos.

“Tenho a satisfação de informar que mais de 100 trabalhadores ou pensionistas estarão recebendo seus direitos até o dia 30 de dezembro de 2020, ou seja, durante nossa curta gestão, podemos dizer que mais de um servidor ou pensionista foi agraciado todos os dias”, afirmou.

AINDA SEGUNDO CASULA, as ações desenvolvidas neste período têm como propósito maior dar aos servidores do município de Ji-Paraná uma satisfação e fazer com que os mesmos voltem a confiar no Fundo de Previdência, cuja missão é garantir ao funcionário a tranquilidade de um rendimento justo e merecido pelos anos de serviços prestados.

“Nesses três meses de gestão, muito foi feito para melhorar a gestão do FPS, mas é importante que todo o público saiba que o FPS merece maior atenção dos poderes executivo e legislativo deste Município. O FPS é carente de servidores do seu quadro próprio, e, em que pese à dedicação e empenho dos servidores existentes no quadro, falta qualificação e aperfeiçoamento constantes. Mas tudo isso só se faz razoável com a deflagração de concurso público após uma reformulação de cargos”, enfatizou Casula.


Tomada de Conta Especial
“Pedimos e fomos atendidos pelo prefeito Affonso quanto à deflagração de uma Tomada de Contas Especial quanto aos milhões investidos equivocadamente e que inclusive foi alvo de ações da Polícia Federal”, disse o presidente do Fundo.

Ainda segundo ele, no curto espaço de tempo em esteve à frente do FPS foram adotados medidas para que o Comitê de Investimentos e o Conselho do FPS pudesse cumprir com suas obrigações legais para uma gestão mais transparente e eficaz, inclusive com a propositura de ação judicial para que o Sindicato dos Servidores do Município fosse impelido a cumprir com a indicação de membro para o Conselho.

“Até aqui queremos agradecer ao bom Deus por nos permitir fazer valer o direito de tantas pessoas, mas não podemos deixar de registrar que o agradecimento especial ao prefeito Affonso Cândido, que nos deu a oportunidade de estar a frente do FPS nesses 90 dias”, concluiu.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here