38ª Expojipa quer estimular e gerar bons negócios durante o evento

0
53

Discutir caminhos para fomentar e gerar negócios durante a 38ª Expojipa – Exposição Agropecuária, Industrial e Comercial de Ji-Paraná, que acontecerá de 12 e 16 de julho, no parque de Exposições Hermínio Victorelli. Este foi o objetivo da reunião da diretoria da Associação Rural de Rondônia (ARR),  com representantes do Banco da Amazônia (Basa), Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e cooperativas de credito , além de escritórios que elaboram projetos para financiamento e consultoria rural.

“Essa é uma das grandes novidades que estamos implementando em 2017, com objetivo de resgatar o credito rural e fortalecer o agronegócio na 38ª Expojipa. Para isso reunimos instituições financeiras, cooperativas de credito e escritórios que fazem projetos para alinharmos uma ação estratégica. O que queremos é trazer novidades na feira, com taxas diferenciadas e com isso gerar um volume ainda maior de negócios”, disse Sérgio Ferreira, presidente da ARR.

Ferreira acrescentou que no ano passado os leilões da Expojipa movimentaram mais de R$ 7 milhões em negócios, com mais de cinco mil animais comercializados no Brasil inteiro.“Nossas expectativas foram superadas no leilão presencial e virtual, mais temos potencial para irmos mais longe, e movimentarmos entre 15 e 20 milhões esse ano”, ressaltou.

Para o proprietário da Proastec, Jander Carlos que presta assistência técnica na elaboração de projetos rurais, o momento é propicio para estreitar as relações com as instituições financeiras, para que durante a feira, os produtores possam adquirir tratores, bovinos, implementos agrícolas e maquinários com juros mais atrativos. “Uma reunião extremamente importante. Esse ano teremos novas linhas de credito para cada perfil de produtor rural. O banco não tem limitação de credito, o que precisamos é apresentar projetos com viabilidade econômica, seja para aquisição, construção ou investimentos em melhoria genética”, declarou Jander .

De acordo com o gerente do Banco da Amazônia (Basa), Jonas Bassay Ferreira, a instituição disponibilizou para o Norte do País investimentos de R$ 7,9 bilhões, sendo mais de R$ 1 bilhão para o estado de Rondônia. “Sempre geramos um grande volume de negócios na Expojipa, e acreditamos que esse ano não será diferente. Para 2017 o Fundo Constitucional do Norte (FNO) traz uma serie de novidades, entre elas, o FNO com juros de 6.5% ao ano”, declarou. Já o gerente regional da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural em Ji-Paraná (Emater), Deassis Furtado, a empresa sempre manteve parceria com a Associação Rural de Rondônia, por entender que a Expojipa fomenta muito o setor produtivo, abrindo espaço para agricultores familiares com exposição de seus produtos e com a participação no concurso leiteiro. 


O presidente da ARR reforçou que  reuniões serão mantidas também com representantes de concessionárias e casas agropecuárias. “Nós temos uma enorme capacidade de potencializar a geração de negócios na Expojipa, mais para alcançarmos o resultado que almejamos precisamos do comprometimento de todos os entes que compõem essa cadeia”, garantiu Sérgio Ferreira. Destacando, que esse ano a edição do Circuito InterCorte será durante a Expojipa, com a participação média de 600 produtores do Estado.

Colaborou Assessoria ARR



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here