Nesta segunda-feira (15), o governador Marcos Rocha apresentou o balanço de ações dos 100 primeiros dias de sua gestão. Durante coletiva de imprensa, ele garantiu que várias ações conseguiram render a economia de R$ 95 milhões, sendo R$ 10 milhões somente pela revisão e suspensão de contratos não essenciais. O gestor destacou ainda a necessidades de ações que foram analisadas nesse período e que serão colocadas em prática a partir de agora. O governante anunciou a redução nos valores das taxas do Detran em torno de 8%.

Rocha começou a apresentação dos dados informando que o cenário encontrado ao assumir o governo do Estado foi da existência de despesas decorrentes de negociações feitas em 2018, após a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), com a falta de previsão de impactos financeiros.

A exemplo, o governador citou os problemas do Hospital João Paulo II destacando que há a necessidade de R$ 120 milhões para a saúde. “Nós estamos estudando a possibilidade de contratar leitos em hospitais particulares para melhor atender nossos pacientes porque sabemos que tem pessoas que estão internadas nos corredores e até na garagem do João Paulo II”, declarou.

Ainda sobre a saúde, Marcos Rocha confirmou que pretende construir, durante sua gestão, o Hospital de Urgência e Emergência (Heuro) de Porto Velho. E ainda citou o retorno das cirurgias de lábio leporino cirurgias cardíacas no Hospital de Base.

Outro problema citado pelo governo foi a dívida do Beron que chega a R$ 17 milhões por mês, também sem previsão orçamentaria na LOA.


São necessários ainda mais de R$ 100 milhões para serem investidos na segurança pública, segundo os dados apresentados pelo gestor. “Fortalecer a segurança do nosso Estado, que é muito importante e as ações de inteligências das polícias também”, disse o governador destacando que a redução de 30% nos crimes contra o patrimônio público será uma das metas das polícias do Estado, além da capacitação aos servidores do quadro das Polícias e instalação de câmeras de monitoramento dentro das viaturas.

A segurança nas escolas também foi lembrada e, Rocha garantiu que irá implantar o projeto “Segurança na Escola”, com aumento da presença de policiais militares nas proximidades das instituições para dar mais tranquilidade a alunos e servidores.

Para sanar outras questões, Marcos Rocha deve apresentar, no segundo semestre, um projeto de lei de alteração da Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019 que será encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado (ALE).

Somar

O chefe do Executivo Estadual destacou que adotou um novo modelo de gestão definida como Somar, que remete às expressões saber, organizar para melhor administrar resultados.

Dentro desse aspecto, foram divulgados projetos e metas que devem ser cumpridas durante a gestão Rocha em Rondônia. Como destaque, a eficiência na prestação de serviços públicos, que, segundo o governador, é preciso desburocratizar para ter um ciclo positivo no desenvolvimento econômico do Estado.

Na educação, o governador explicou que sua equipe está trabalhando para melhorar e preparar os alunos das escolas públicas para que todos consigam tirar boas notas em universidades e concursos públicos.

Como realização nos 100 primeiros dias de governo, cerca de 1.700 quilômetros de estradas estaduais foram novamente pavimentados e limpos pelo Departamento de Estradas e Rodagens (DER). “Claro que isso é pouco e vamos trabalhar para fazer muito mais para dar melhor trafegabilidade para os condutores”, disse.

Ainda, Marcos Rocha comemorou a redução de gastos com passagens aéreas e diárias. “Nós reduzimos em cerca de 18% os custos na aquisição de passagens e 20% referente a diárias. Todos os secretários foram orientados que as viagens só serão feitas se forem realmente necessárias e de real interesse para nosso Estado”, garantiu.

Já a redução no gasto com combustível está prevista para iniciar ainda este ano e o governador espera economizar mais de 10% anualmente. Os servidores passarão contratar os serviços dos aplicativos de mobilidade urbana para se deslocarem de um órgão para o outro.

O governador disse que pretende entregar mais de 5 mil unidades habitacionais que serão distribuídas nas cidades de Porto Velho, Ariquemes, Jaru e Ji-Paraná. Marcos Rocha pretende ainda, entregar mais de 100 mil títulos de terras definitivas.

Nos 100 dias de gestão, Marcos Rocha disse ter apoiado os produtores rurais e entregou mais 300 equipamentos agrícolas para os produtores.

A implantação de novas escolas Tiradentes da Polícia Militar e Dom Pedro do Corpo de Bombeiros também será realidade, segundo Marcos Rocha, até o final do mandato como governador.

Ele anunciou a redução das principais taxas cobradas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em torno de 8% e disse que em breve a população irá perceber a diferença.

Também como avanço, o governador destacou a redução da tarifa de energia e disse que até dezembro deste ano haverá uma nova redução que pode chegar até 15%. A população também poderá contribuir com o planejamento do estado dando sugestões de melhorias através do aplicativo Sepog.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.