O ENCONTRO ACONTECEU NO HOTEL GRAÚNA, EM OUTRO PRETO DO OESTE

Foi dada a largada para novos rumos do turismo em Rondônia no 1º Encontro de Prefeitos, Secretários e Empresas do Trade Turístico do Estado, que durante esta quarta e quinta-feira (13 e 14) aconteceu na cidade de Ouro Preto do Oeste. O evento foi promovido pela Superintendência Estadual de Turismo (Setur), no Graúna Resort Hotel.

A SECRETÁRIA SELOI TOTTI

Ji-Paraná se fez representar no evento por meio da Secretária Municipal de Esportes e Turismo, Seloi Totti, que falou com exclusividade ao Repórter RO. Ela pontuou que um dos principais propósitos deste encontro foi fazer um mapeamento dos municípios que têm condição de se tornar polos com potencial turístico. “Mesmo aqueles que já têm esta condição, como é caso de Ji-Paraná, precisam providenciar uma série de documentações até o meio do ano junto ao Ministério para atualização de cadastro”, disse a secretária.

Enquanto para outras localidades o potencial turístico se dá em torno de recursos naturais, como a pesca, por exemplo, para Seloi a vocação de Ji-Paraná parece estar bem definida. “Em Ji-Paraná nosso potencial acredito, é o agronegócio e a partir daí Ji-Paraná vai correr atrás para se manter dentro do mapa turístico”, salientou Seloi


Ouça o áudio da secretária Seloi Totti, da pasta municipal de Esportes e Turismo que esteve no evento:

 

NA ABERTURA DO ENCONTRO, o governador coronel Marcos Rocha falou sobre o valor do setor para gerar economia e desenvolvimento para o estado. “O turismo é tão importante e por tantos anos foi desvalorizado. Eu sou professor universitário e também analista de sistemas, e quando lecionei no curso de Turismo, percebi a carência de investimentos na área em Rondônia. Para se ter uma ideia, Bonito (MS), que é um lugar tão pequeno, consegue arrecadar anualmente R$ 200 milhões só com o turismo, com o mergulho e com as cachoeiras. E por que não podemos fazer isso em Rondônia também”, desafiou o governador.

O superintendente da Setur, Gilvan Pereira Júnior, reforçou que o Governo do Estado tem dado prioridade ao setor e a parceria dos municípios e empresas é fundamental para o crescimento do turismo estadual. “Esse estado vai crescer assustadoramente, mas com planejamento, com o trabalho que deve ser um legado para o setor turístico”.

Dos 52 municípios, apenas 22 cidades estão cadastradas e reconhecidas pelo governo federal para receber recursos a serem investidos no setor. No evento, turismólogos e técnicos da Setur orientaram aos representantes das cidades sobre como apresentar projetos e captar a verba para trabalhar desde a revitalização de praças até a construção de portais na entrada dos municípios.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

Ainda não há comentários, seja o primeiro.