Os agentes penitenciários e sócio-educadores de Rondônia decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, com início do movimento previsto para iniciar ainda nesta semana. A informação foi feita pela presidente da entidade sindical, Daihane Gomes, em postagem no Facebook, no final da tarde desta segunda-feira (14). Ela afirmou que a categoria se sentiu traída pelo veto do governador Marcos Rocha (PSL) a um realinhamento previsto no Orçamento.

De acordo com Daihane Gomes, desde o dia 3 o Singeperon tentou audiência para tratar sobre a antiga reivindicação, que nada mais é do que o realinhamento previsto no orçamento. “Pedimos no último dia 3 para que o governador nos recebesse para que a gente pudesse firmar o diálogo, mas ele vetou sem ao menos nos informar. Conforme deliberação da categoria, que é soberana, está decretada greve, que vai começar assim que a gente se comunicar com os órgãos competentes e orientar como será feito. A categoria não imaginava ser tratada dessa forma”, lamenta e avisa Daihane Gomes.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here