No último dia do Congresso Estadual de Educação Física, a apresentação do tapembol

0
3

O tapembol é um esporte que vem ganhando adeptos em todo país e no exterior. A modalidade é uma das novidades que será presentada no último dia do 4º Congresso Estadual de Educação Física, que acontece até sexta-feira (26), em Cacoal.

Originado em 2007, em Caeté, cidade histórica da região metropolitana de Belo Horizonte (MG), o tapembol é um esporte coletivo em que os atletas de duas equipes conduzem uma bola pelas mãos na busca de gol. Vence o time que pontuar mais, a exemplo de outros esportes.

O esporte foi criado a partir de uma recreação escolar. Adeptos da região Sudeste e do Ceará já realizam competições regulares. No exterior, o tapembol foi apresentado no Canadá, Portugal e Peru, em intercâmbios acadêmicos e missão humanitária.

ABERTO NA TERÇA-FEIRA (23), o 4º Congresso tem a proposta de ofertar conhecimentos aos profissionais da área vinculados ao governo estadual, com palestras, fórum, mesa redonda, cursos e apresentação de 10 projetos que concorrem ao Prêmio Experiência de Sucesso de 2018.

“O evento tem o objetivo de elevar o nível técnico dos nossos educadores físicos. E a premiação é um incentivo e valorização do perfil dos nossos profissionais. Os projetos a serem apresentados poderão ser compartilhados entre as escolas”, disse o professor Ítalo Aguiar, gerente de Educação Física, Esporte e Cultura Escolar, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Coube ao professor PhD. Vernon Furtado da Silva, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a tarefa de abrir os trabalhos aos congressistas. Em palestra, ele abordou o tema “Desenvolvimento hábil motor: do nascimento à fase adulta”.

O evento encerra as atividades amanhã, sexta-feira (26), com os cursos de tapembol, no ginásio Capitão Rui Teixeira, e Metodologia do ensino do voleibol, na escola Bernardo Guimarães. Ambos durante todo o dia.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.