Por opção estratégica, Bolsonaro pode se ausentar de debates

0
6
O CANDIDATO À PRESIDÊNCIA JAIR BOLSONARO (PSL) (Ricardo Moraes/Reuters)

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, admitiu nesta quinta-feira (11), em entrevista coletiva, a possibilidade de não participar de debates com o candidato do PT, Fernando Haddad.

“Existe a possibilidade sim, é estratégia. Estou vendo o Haddad me desafiando agora: ‘Quero que você me diga o que fez em 28 anos dentro do Parlamento’. Eu responderia para ele: ‘Não roubei ninguém, Haddad’”, afirmou o candidato.

Bolsonaro ainda criticou o adversário: “Eu vou debater o que com o cara que nem poste é, é um fantoche, um pau-mandado, age como um camaleão. As cores do PT agora são verde e amarela. Eu vi o Haddad falar em família, eu vi o Haddad falar em Deus, eu fico até envergonhado”. Ele fazia referência ao novo material de campanha do ex-prefeito de São Paulo, que economizou no vermelho e apostou nas cores da bandeira nacional.

O petista respondeu pelas redes sociais: “Eu não acredito que o deputado vá participar dos debates porque efetivamente ele não tem um plano para o país. A única proposta que ele tem é armar a população”. Haddad também o criticou: “Meu adversário tem 28 anos na Câmara dos Deputados destilando ódio, o tempo inteiro, contra nordestino, contra mulher, contra petista. Ele é um homem impróprio para o debate democrático”.

Ainda não há comentários, seja o primeiro.