Um grupo criminoso interestadual que vendia drogas sintéticas pelos Correios é alvo da Operação Caça às Bruxas na manhã desta quinta-feira (15). A Polícia Civil cumpre 25 mandados de prisão e 25 de busca e apreensão em nove estados e no Distrito Federal. As investigações são coordenadas pela 6ª DP de Brasília, no Paranoá.

Até as 9h desta quarta-feira haviam sido presas 20 pessoas, das quais sete em seis regiões administrativas do DF. Os estados com alvos na operação são: Goiás, São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Norte, Tocantins, Bahia e Minas Gerais.

Segundo a Polícia Civil, o nome da operação faz referência à forma como os traficantes se denominavam: “Bruxos”. Delegados responsáveis pela operação no DF explicaram à TV Globo que os criminosos vendiam as drogas por meio de um perfil falso nas redes sociais.

Após o pedido de encomenda, os clientes faziam um depósito bancário e a droga – LSD ou ecstasy – chegava em casa pelo correio. Os entorpecentes eram fabricados pelos próprios traficantes.

Em Natal (RN), a polícia apreendeu um envelope que havia sido encaminhado para uma caixa postal alugada. Em São José do Rio Preto (SP), foram encontrados 3.600 pontos de LSD.


 


CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here