Uma carreata percorreu hoje pela manhã várias ruas do Primeiro Distrito de Ji-Paraná e concentrou-se na frente da Delegacia Regional de Ensino, no Primeiro Distrito de Ji-Paraná. O motivo do movimento foi dar publicidade à greve dos professores estaduais que já dura 11 dias em todos os municípios de Rondônia.

As negociações entre a comissão de deputados e o comando de greve ainda não surtiram os efeitos desejados pela categoria, que está disposta a só voltar ao trabalho quando os todos os pontos da pauta de negociação forem atendidos.

Na última quinta-feira os grevistas fizeram assembleias em todas as Regionais para discutir a proposta apresentada na quarta-feira pelos deputados, mas não decidiram pelo fim da greve. A assembléia que vai decidir o rumo do movimento deverá ser realizada esta semana.

A PROPOSTA CONSISTE EM:

1) Correção da lei da assiduidade até a primeira quinzena de setembro de 2007, de maneira a restabelecer as regras anteriores da Gratificação de Incentivo ao Magistério;


2) Envio à Assembléia Legislativa até outubro de 2007, do Projeto de Lei do Plano de Carreira unificado elaborado em conjunto pelos trabalhadores em educação e a SEDUC;

3) Realização de estudos sobre a reposição salarial e apresentar proposta de índice a ser concedido, com reunião agendada para segunda-feira, dia 20/08/2007;

4) Não ter descontos das faltas do período de greve, com o compromisso de reposição das aulas que deixaram de ser ministradas; e

5) Constituição de uma comissão composta por deputados estaduais, representante da SEDUC, técnicos do governo e representantes dos trabalhadores em educação. Essa comissão ficaria encarregada de elaborar uma agenda de trabalho para encaminhar e resolver os pontos acima descritos.

A greve atinge mais de 70% da categoria em todo o Estado e cresce a cada dia, além de contar com o apoio dos estudantes, dos pais de alunos, de associações, de igrejas, de entidades não governamentais e de Câmaras Municipais.



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here