Foi celebrado um convênio entre a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) e o governo do Estado, via Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER RO), para liberação de recursos que visam realizar reforma e manutenção do Centro de Reintegração Social (Ceres).

O governo do Estado liberará a primeira parcela do recurso já na próxima semana, no valor superior de 627 mil, e a segunda parcela de R$ 264 mil a partir do andamento da reforma e manutenção do centro.

O documento foi assinado pelo governador, Confúcio Moura e o presidente da entidade, Willian Aguiar com a presença de várias autoridades, entre às quais, o magistrado Edwaldo Fantini Júnior e o secretário adjunto de Segurança Pública, Marcos Rocha.

De acordo com o deputado estadual Airton Gurgacz, a celebração desta parceria foi o resultado de um grande esforço concentrado do magistrado Edwaldo Fantini Júnior, titular da 2ª Vara Criminal, e da promotora de Justiça Eike Danieli, que acompanham diretamente as ações da Apac. Com o recurso será possível a diretoria colocar em atividade o Centro de Reintegração Social, local em que ficam os reducandos dos regimes fechado e semiaberto, seguindo rigorosamente os métodos da APAC. 

O deputado lembrou que a metodologia Apac já existe há mais de 40 anos, com 12 métodos que são colocados em prática, dando oportunidade ao apenado a ter uma rotina diária, igual se ele estivesse no convívio da sociedade.


“Parabenizo a diretoria da APAC, o juiz Fantini Júnior e a promora Eike Danieli pela conquista, e fico ainda mais feliz, em ter tido a oportunidade de intermediar junto ao governador Confúcio Moura a liberação desse recurso de real necessidade para a APAC de Ji-Paraná”, declarou Airton Gurgacz.

 



CURTA/SIGA/ACOMPANHE-NOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here